Na madrugada desta quarta-feira, 10, por volta de 02h10, uma mulher de 26 anos foi agredida Residencial Granville, região sul de Goianésia, depois de se negar a ter relação sexual com um homem que teria dado carona para ela.

Segundo o Registro de Atendimento Integrado - RAI - lavrado pelo SGT Lima e o SD Rayan, os policiais deslocaram até a Avenida José Inácio onde se depararam com a vítima na rua. Ela relatou que estava em uma festa na casa de uma amiga no Bairro Jardim Esperança e no momento que ia embora o suposto autor ofereceu carona para ela, que aceitou.

A mulher explicou que em vez de levá-la para sua residência no Bairro Santa Tereza, o homem a levou para o Residencial Granville e ao parar a motocicleta tentou ter relações sexuais com ela, porém, ela se negou cometer tal ato e pediu para que ele a deixasse em casa.

Diante da negativa, o suposto autor tentou tomar o aparelho celular da vítima dando um soco no rosto dela fazendo com que ela se desequilibrasse e caísse no chão provocando lesões nos joelhos, nas pernas e no rosto.

Não satisfeito, de acordo com a vítima, o suposto autor ainda tentou passar a motocicleta sobre ela. Ele evadiu tomando rumo ignorado a deixando para trás. Os militares realizaram patrulhamentos pela região, mas não encontrou nenhum suspeito, deste modo, orientaram a vítima a procurarem a Delegacia de Polícia para as providências cabíveis.