Durante vistoria nas celas nesta segunda-feira, 09, os agentes prisionais de Goianésia conseguiram frustrar o que seria mais uma fuga no presídio de nosso município. Os detentos pretendiam fugir por um buraco que estava sendo escavado no teto da cela.

O buraco estava em uma das celas onde ficam os reeducandos que estão cumprindo pena pelo crime de estupro. Atualmente, aproximadamente 40 presos (divididos em duas celas) cumprem pena no presídio local por este tipo de crime.

Diariamente, após o banho de sol, é feita a conferência dos detentos assim que são mandados para as celas, no entanto, nesta segunda-feira, os agentes se depararam com o buraco na cela já praticamente pronto para a fuga. Em seguida a cela foi esvaziada e o buraco tampado.

O presídio de Goianésia passa por um momento caótico em sua parte estrutural chegando ao ponto que só “fica preso quem quer”, conforme falas do promotor de justiça Luciano Miranda. A estrutura é muito fraca e alguns reeducandos já chegaram a fugir através de escavações feitas no chão e até mesmo no teto, porém, desta vez os agentes penitenciários perceberam a ação dos detentos e conseguiram evitar que estupradores ganhassem as ruas da cidade.