Dioner Samuel é suspeito de praticar roubos na região sul de Goianésia - Imagem: Divulgação/Polícia CivilNa manhã desta sexta-feira, 06, a Polícia Civil iniciou uma grande operação com o intuito de capturar um suspeito de praticar diversos roubos na região sul da cidade. Dioner Samuel Souza Santos, de 18 anos, foi preso no Jardim Esperança durante uma operação que contou com a participação de 20 policiais, entre civis e militares.

De acordo com a polícia, Dioner Samuel teria praticado, na noite desta quinta-feira, 05, um assalto no Setor Sul, oportunidade em que de posse de uma faca abordou duas menores e subtraiu seus aparelhos celulares. Em seguida fugiu tomando rumo ignorado.

Após diversas diligências, por volta das 10h00 de hoje, agentes da Polícia Civil visualizaram o suspeito na Avenida JK, Jardim Esperança. Ao receber voz de prisão, Dioner empreendeu fuga pulando muros das residências e conseguiu escapar do cerco policial. As diligências continuaram, e no fim da tarde, o suspeito foi novamente localizado pelos policiais civis e empreendeu fuga outra vez.

Curiosos acompanham a operação policial - Imagem: Enviada via WhatsAppDeste modo, os agentes civis solicitaram apoio de Policiais Civis e também de Policiais Militares do GPT - Grupo de Patrulhamento Tático, assim, foi realizado um cerco no Bairro Jardim Esperança, e depois aproximadamente 40 minutos de buscas, Dioner Samuel foi encontrado escondido em um quintal de uma residência do Bairro.

Segundo a polícia, ao ser preso, houve resistência por parte de seus familiares que tentaram impedir a atuação policial. Dioner confessou o roubo e informou que havia repassado os celulares pra sua namorada, de 13 anos, a qual foi localizada e apreendida. Indagada, a namorada do suspeito disse que havia enterrado os telefones no fundo do quintal.

Os policiais civis agradecem a presteza imediata e a  parceria dos policiais militares, que sempre que preciso não medem esforços para de forma integrada oferecer segurança pública de qualidade a população goianesiense.

Faca e celulares apreendidos com o suspeito - Imagem: Divulgação/Polícia Civil