Terá início às 07h30 desta terça-feira, 11, a eleição para a nova mesa diretora que comandará os trabalhos da Câmara Municipal de Goianésia entre 2019 e 2020. Diferente dos outros pleitos, desta vez a votação não será secreta.

O embate para presidência deverá ser entre o vereador situacionista Múcio Santana (MDB) e o oposicionista Maurício André, o Mauricinho (PSDB). Quatro nomes trabalhavam nos bastidores para disputarem a presidência, Mauricinho e Moisés Lino (PSDB), eram os nomes da oposição, enquanto Múcio Santana e Fábio da Enigma (PROS), eram os da situação.

Com o intuito de manter a união do grupo, Fábio da Enigma, que já tinha 03 vereadores fechados, e outros dois em negociação, optou por desistir de sua candidatura e apoiar Múcio Santana, deste modo, Múcio passou a ter a ampla maioria dos votos, ou seja, dos 15 vereadores, ele deverá contar com pelo menos 10 (Fábio da Enigma, Marcos Pernambuco, Marcos Vinicius, Hiago Matos, Divino do Jonas, Heverton Fonseca, Jefferson Siqueira, Cláudio Ocozias, Celino Moura, além de seu próprio voto).

Além das duas chapas que serão apresentadas no dia da eleição, o vereador Marcos Pernambuco irá disputar a vice-presidência de forma avulsa. Ele irá apoiar Múcio Santa para presidente, mas não irá fazer parte de sua chapa como vice, optando por disputar de forma separada.

Nos bastidores as conversações continuam, de modo que as duas chapas só serão apresentadas minutos antes da eleição.