Andréia Silva precisa de ajuda urgente pra tratamento de câncerA goianesiense Andréia Silva, de 39 anos, há 10 anos trava uma enorme luta de sobrevivência. Diagnosticada com leucemia tipo LMC - Leucemia Mieloide Crônica - em 2008, ela começou então a travar uma verdadeira guerra pela vida, guerra esta quase perdida no último ano.

“Foram internações, quimioterapia, limitações e altos e baixos. Foram várias batalhas. Em dezembro de 2017 quase perdi essa guerra. Fiquei 20 dias na UTI. Superei, mas a médica me deu até fevereiro desse ano de vida”, enfatizou Andréia.

Chamada de guerreira pelos seus seguidores em uma rede social, Andréia conseguiu driblar o diagnóstico médico e continuou sua luta. “A única forma [de vencer a doença] era achar um doador de medula 100% compatível, chance de 1 em 100 mil, porque todos os medicamentos não faziam mais efeito”, explicou.

Mesmo sabendo da enorme dificuldade em encontrar um doador compatível, ela não desistiu, e em março veio a boa notícia: ela encontrara no exterior um doador 100% compatível. O transplante chegou a ser marcado para o dia 27 de agosto no Hospital Amaral Carvalho, em Jaú/SP. Após o transplante ela ficaria ainda 120 dias em Jaú para acompanhamento e só depois poderia voltar para Goianésia.

Como os custos do transplante ficara muito alto e sem condições de arcar, ela deu início a uma “vaquinha virtual” com o objetivo de arrecadar R$ 25 mil, até porque depois do transplante Andréia teria que retornar mensalmente em Jaú até junho de 2019, mas ela conseguiu arrecadar pela vaquinha virtual apenas 2% do pretendido, ou seja, menos de mil reais.

Com a colaboração de amigos e familiares, Andréia embarcou para Jaú na esperança de se livrar da doença, no entanto, ela sofreu mais um baque. Durante os últimos exames pré-operatórios para a internação, ela foi diagnosticada com câncer no colo do útero grau 3 e o transplante só poderia ser realizado após a remoção deste câncer.

O título de guerreira novamente veio a calhar na vida de Andréia Silva. Ela conta que ao saber do novo diagnóstico desabou, mas jamais perdeu as esperanças. A corrida agora seria contra o tempo e no último dia 11 ela conseguiu fazer a cirurgia de remoção do novo câncer.

Em uma nova postagem nesta quinta-feira, 13, ela tranquilizou seus seguidores. “A cirurgia foi um sucesso. Graças a Deus deu pra retirar toda lesão, todo o câncer. Tive algumas complicações pós-cirúrgico, por isto não dei notícias antes, mas graças a Deus agora eu tô bem. Agora é recuperar e ficar firme para poder voltar para o transplante, se Deus quiser”, finalizou.

Após a recuperação desta cirurgia, Andréia poderá em fim voltar suas atenções para o transplante. Mas além da guerra contra a doença, ela tem que lutar outra guerra: a financeira. Por isto, sua ajuda será de suma importância para que esta história tenha um final feliz. Seja um soldado e lute esta batalha ao lado de Andréia. Contribua com a “vaquinha virtual” até o próximo dia 11 ou participe da “Pizza Beneficente” nos dias 28 e 29 de setembro adquirindo um convite de R$ 20. Toda renda será revertida em prol de seu tratamento.

Para contribuir via “vaquinha virtual” clique aqui e acesse a página de doação. Em seguida digite o valor, à partir de R$ 10, que deseja contribuir ou clique nos valores já predefinidos. Complete o formulário e informe a forma de pagamento (boleto ou cartão de crédito). Sua doação poderá ser parcelada em até 6x.

Caso queira colaborar adquirindo uma pizza, entre em contato pelo telefone (62) 9 8588-2717.

Outros valores poderão ser doados via depósito bancário: Caixa Econômica Federal, agência 0792, operação 013, conta poupança 40741-0, CPF.: 003.395.091-12.