O Estado de Goiás está entre um dos locais onde há mais risco de incêndio florestal do país. A diversidade de vegetação do cerrado e o clima seco entre os meses de julho e outubro contribuem para focos de incêndio e queimadas. Para evitar que incêndios aconteçam e venham provocar danos a terceiros, a comunidade pode ajudar.

A recomendação é que as folhas secas, comuns desta época do ano, sejam colocadas em sacos plásticos e que lotes sejam limpos sem a necessidade de atear fogo no mato seco. “O trabalho é intenso e a comunidade tem um papel fundamental nesta campanha, precisamos cuidar do meio ambiente e agir com responsabilidade, provocar incêndio é crime e a fiscalização está acontecendo”, salientou o Secretário de Meio Ambiente, André Wenceslau.

Em Goianésia a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Serviços Urbanos em parceria com Corpo de Bombeiros local está atuando de forma intensa para prevenir incêndios no perímetro urbano. Uma vez que além do incômodo causado pela fumaça, colocar fogo pode oferecer risco não só à saúde, mas também para imóveis que podem ser destruídos caso o fogo saia do controle.

Lembre-se, provocar incêndio é crime, denuncie. As denúncias podem ser dirigidas à Secretaria de Meio Ambiente através do telefone 3935-1019 ou no Corpo de Bombeiros através do 193.