O Grupo Jalles Machado, composto por duas unidades agroindustriais, Jalles Machado e Unidade Otávio Lage, ambas localizadas no município de Goianésia, inaugurou nesta quarta-feira, 11, a fábrica de açúcar da Unidade Otávio Lage. Foram investidos R$ 80 milhões para construção da Fábrica de Açúcar e do Centro de Distribuição e Armazenamento.

Durante o evento inaugural que contou com a presença de várias autoridades, entre elas, a do governador Marconi Perillo, foi explicado que a capacidade de produção da planta será de 140.000 toneladas de açúcar por ano, sendo que obra envolveu a participação de mais de 500 profissionais de todo o Brasil e já gera 100 empregos diretos. As duas Unidades geram 3.600 empregos diretos.

Inaugurada em 2011, a Unidade Otávio Lage tinha como objetivos principais a produção de etanol e cogeração de energia elétrica, no entanto, a fábrica de açúcar começou a ser construída em agosto do ano passado e entrou em operação no início da safra deste ano. “A nossa expectativa é ter mais opções de produtos para incrementar o nosso faturamento e garantir a competitividade do nosso negócio. Geramos mais empregos para a região e impostos para o Município e para o Estado”, ressaltou o diretor-presidente Otávio Lage de Siqueira Filho, o Otavinho.

A fábrica de açúcar foi construída a partir de um projeto moderno, com layout compacto, e com a mais alta tecnologia do setor sucroenergético nacional. A planta apresenta baixo consumo de vapor, alto nível de automação, atende às boas práticas de fabricação e às normas de segurança.

A Escola Luiz César de Siqueira Melo, da Fundação Jalles Machado, ainda abrilhantou o evento com várias apresentações culturais.

Homenagem
A fábrica de açúcar recebeu o nome do ex-diretor da Jalles Machado, Segundo Braoios Martinez, que faleceu em abril de 2015. Ele dedicou mais de 30 anos à empresa e ao setor sucroenergético nacional. Segundo ajudou a fundar a Jalles Machado, da qual se manteve à frente na área comercial por muitos anos, contribuindo para que a empresa se tornasse referência em produção de açúcar e etanol e em responsabilidade socioambiental no Brasil e no mundo. Também era acionista e membro do conselho de Administração.

Segundo Braoios teve forte atuação no setor sucroenergético. Foi presidente do Conselho Deliberativo do Sindicato das Indústrias de Fabricação de Etanol do Estado de Goiás (SIFAEG) e do Sindicato da Indústria de Fabricação de Açúcar de Goiás (SIFAÇÚCAR) por 12 anos (2002 a 2014).

DSC0219
DSC0216
DSC0229
DSC0231
DSC0250
DSC0242
DSC0271
DSC0260