Imagem: Divulgação/Polícia MilitarQuando em patrulhamento pela Avenida Brasil, no Distrito de Souzalândia, policiais militares (SGT Itamar e SD Pedro) se depararam com um Nissan Versa prata, com placa de Paranatinga/MG, conduzido por C. G. S., de 33 anos, tendo como passageiros E. L., de 58 anos, e B. V. S., de 37 anos, em estado de suspeição.

Ao realizaram a abordagem policial, seguida de busca pessoal, nada de ilícito foi encontrado, porém, com o condutor foram localizados R$ 1.094 em dinheiro, dois cheques do Banco do Brasil, sendo um no valor de R$ 90.000, e o outro no valor de R$ 150.000, do mesmo emitente, um terceiro cheque, também do Banco do Brasil, de emitente diferente, no valor de R$ 38.500. Um dos passageiros portava R$ 250 em dinheiro.

Imagem: Divulgação/Polícia MilitarDurante a busca veicular foi localizado em um compartimento atrás do banco do passageiro um revólver Taurus calibre 38 com cinco munições intactas. Ao serem questionados, C. G. S. disse que era dele, explicando em seguida que iriam a Brasília fazer um acerto de uma dívida relativa à venda de defensivos agrícolas e passaram em Goianésia para que B. V. S. os levassem até o suposto devedor, uma vez que ele sabia de seu paradeiro.

Diante dos fatos, C. G. S., que é morador Mato Grosso, E. L., morador do Paraná, e B. V. S., de Goianésia, receberam voz de prisão e foram levados para a Delegacia de Polícia de Barro Alto para uma melhor averiguação dos fatos.