A Polícia Civil de Barro Alto prendeu em flagrante na tarde desta terça-feira, 19, Sandro Rodrigues Coimbra, de 31 anos, pelo crime de furto qualificado e corrupção de menores.

A vítima relatou á polícia que ao chegar do trabalho deparou-se com a janela de sua residência arrombada e constatou que os criminosos haviam subtraído aproximadamente R$ 300 (diversas moedas e algumas cédulas), uma camiseta e uma aliança banhada a ouro.

Assim que tomou ciência do fato, a Polícia Civil passou a investigar o caso e rapidamente efetuou a prisão em flagrante do suspeito, Sandro Rodrigues, e do coautor, um adolescente de 17 anos. As investigações mostraram que a dupla, após o crime, deslocaram até Goianésia no intuito de vender a aliança e trocar as moedas por notas. Eles chegaram a oferecer a aliança em uma joalheria, no entanto, o proprietário recusou a compra, pois desconfiou da origem ilícita do produto.

A delegada responsável pelo caso, Poliana Bergamo, autuou Sandro pelos crimes de furto qualificado e corrupção de menores e representou pela decretação de sua prisão preventiva, uma vez que é investigado pela prática de outros crimes contra o patrimônio na região. Já o adolescente foi autuado segundo o Estatuto da Criança e Adolescente - ECA - e liberado aos seus responsáveis legais.

Poliana Bergamo adverte a população para o cometimento do crime de receptação: “O comerciante agiu corretamente ao recursar comprar mercadoria de procedência duvidosa/ilícita, sob pena de cometer o crime de receptação”.

Sandro Rodrigues Coimbra foi preso por furto qualificado e corrupção de menores - Imagem: Divulgação/Polícia Civil