G1 Goiás - O pastor evangélico Josué Oliveira Duarte, de 45 anos, foi morto nesta segunda-feira, 11, em Anápolis, a 55 km de Goiânia. Segundo a Polícia Civil, foram disparados mais de 30 tiros. O pai da vítima, de 85 anos, também ficou ferido.

O crime aconteceu por volta das 19h00, na Rua Rússia, no Setor Boa Vista. O pastor morava junto com os pais. Segundo o delegado Cleiton Lobo, que esteve no local do homicídio, uma pessoa chamou Josué, pelo nome, na porta de casa. Assim que ele abriu o portão, começaram os disparos.

"Tudo indica que a pessoa entrou para o interior e foi disparando contra ele várias vezes. Foram 34 disparos, acertaram a casa, poderia ter acertado qualquer pessoa”, disse o delegado.

Um dos tiros atingiu, de raspão, o braço do pai da vítima. O idoso foi atendido no local pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU) e não precisou ser hospitalizado.

Investigação
Lobo explicou que, por enquanto, nenhuma testemunha ocular foi localizada. Por isto, não há informações sobre quantas pessoas participaram da execução nem a forma da fuga.

A pistola usada no crime é de calibre 9 milímetros. Segundo o delegado, ela é de uso restrito das Forças Armadas.

De acordo com Lobo, há duas linhas de investigação, mas ele não pode, por enquanto, revelá-las. A apuração ficará a cargo do Grupo de Investigação de Homicídios de Anápolis.

O corpo do pastor foi levado à unidade do Instituto Médico Legal de Anápolis. Até as 09h30 desta terça-feira, 12, ele não havia sido liberado para os familiares.