G1 Goiás - Um caseiro de 40 anos foi preso, nesta quinta-feira (10), suspeito de manter a esposa em cárcere privado por cerca de três anos e agredi-la diariamente na zona rural de Bom Jesus de Goiás, na região sul do estado. A Polícia Civil informou que foi feita uma denúncia anônima por alguém que ouviu sons de agressão. Ao ser preso, o homem negou as acusações, mas ainda não apresentou advogado, segundo a corporação.

Uma equipe foi ao local e encontrou a mulher, que confirmou apanhar do marido com frequência, por vezes na frente dos cinco filhos do casal, e não poder sair de casa. Também foram apreendidas duas armas no local.

“A vítima não podia sair de casa já há três anos. Ela não tinha hematomas recentes, mas ficou muito grata com a chegada dos policiais e disse que agora vai, finalmente, poder entrar em contato com a família, que mora em Minas Gerais, e poder se reaproximar dos parentes”, contou o delegado Rogério Moreira da Silva, responsável pela investigação.

Também segundo Silva, o homem foi levado para a delegacia da cidade, onde foi autuado por posse ilegal de arma de fogo e cárcere privado. Em seguida, ele foi encaminhado para o Presídio de Bom Jesus de Goiás, onde está detido.