A Polícia Militar do Estado de Goiás, destacamento de Colinas do Sul, foi acionada para comparecer no povoado de Rio Preto - distrito de Cavalcante Goiás - para atender uma ocorrência de acidente de trânsito fatal. Era por volta das 04h00 desta segunda-feira, 10, quando a equipe policial deslocou até onde havia acontecido o acidente. As informações são do Plantão de Notícias.

Chegando ao local, os policiais avistaram uma motocicleta vermelha caída na parte seca do leito do Rio Preto, e do lado, o corpo de um homem que já estava inerte. Ao falar com uma testemunha, ela disse que o homem se tratava de Carlos Alberto Sabino de Oliveira, de 50 anos. Ele, ao tentar atravessar a ponte do Rio Preto, desequilibrou e caiu de cima da ponte sobre a parte rochosa e seca do rio, sofrendo morte instantânea.

Uma testemunha explicou ao Plantão de Notícias que a ponte é complicada para atravessar. "Atravessar lá é muito perigoso e complicado, de tal maneira que acabou acontecendo essa tragédia com o senhor Carlos. Ele perdeu a vida após desequilibrar com a moto tentando atravessar a ponte. Muitos deixam de passar no local por medo de cair dela, ele arriscou passar e não teve sorte, vindo a óbito após cair e bater a cabeça em uma pedra".

Carlos Alberto Sabino conduzia uma motocicleta NXR 125 Broz. Ela estava caída sobre as rochas e teve danos materiais. Carlos Alberto por sua vez caiu também sobre as rochas, não resistiu aos graves ferimentos e morreu. Como nada mais pôde ser feito, a Polícia Militar acionou a Polícia Cientifica, regional de Uruaçu, que já estava em Niquelândia atendendo o acidente de trânsito que vitimou o senhor Itamar Joaquim.

Ao concluir o atendimento em Niquelândia, a equipe deslocou até o local onde Carlos Alberto havia caído e removeu o corpo, encaminhando-o para o Instituto Médico Legal - IML - de Uruaçu, para que fossem tomadas as devidas providências.