Na noite desta quarta-feira, 01, em patrulhamento pela ruas de Goianésia, a equipe do Grupo de Patrulhamento Tático - GPT - formada pelo SGT Wenderlan, CB Célio, SD Barbosa e SD da Cruz, foi acionada pelo Comando de Operações de Divisa - COD - da Polícia Militar solicitando apoio, tendo em vista um roubo em andamento na BR-153 e os autores teriam seguido em pela à BR-080 sentido Povoado de Placa/Barro Alto, assim, o GPT deslocou até BR- 080, onde deparou com a Polícia Rodoviária Federal - PRF, o COD Recobrimento, e a vítima.

Segundo a polícia, a vítima relatou que quando os policiais da PRF chegaram próximo à carreta que foi roubada, os bandidos desceram, atiram contra a PRF, adentraram ao mato e abandonaram o veículo roubado, bem como seu condutor.

De forma imediata os policiais do GPT de Goianésia iniciaram patrulhamentos pela BR-080 e estradas vicinais, quando após algum tempo do fato ocorrido a equipe deparou com um indivíduo às margens da rodovia e ao perceber a aproximação da viatura efetuou disparos de arma de fogo contra os policiais que revidaram a agressão, alvejando o indivíduo.

O suspeito foi socorrido pelos próprios policiais e levado para o Hospital Municipal de Barro Alto, onde não resistiu aos ferimentos e morreu. O revólver calibre 38, encontrado junto com o suspeito foi apreendido e levado para a Delegacia de Polícia de Goianésia. Até o fechamento desta reportagem, o suspeito não havia sido identificado e seu corpo permanecia no Instituto Médico Legal - IML - de Goianésia.

Arma apreendida com o suspeito - Imagem: Divulgação/Polícia Militar

Em confronto com o COD, outro suspeito também foi alvejado, conduzido ao Hospital Municipal de Barro Alto, não resistiu aos ferimentos e morreu. Ele também não foi identificado e seu corpo foi levado para o IML de Goianésia.

De acordo com o motorista da carreta, ele teria sido abordado por um Celta prata com 04 ocupantes, onde dois desceram para realizar o crime, e os demais permaneceram no carro dando suporte. Eles conseguiram fugir. Já os que desceram não tiveram tanta sorte e foram mortos em confronto com a polícia.