Pedro Paulo morreu soterrado em Cidade Ociental, em Goiás (Foto: Reprodução/TV Anhanguera) O estudante Pedro Paulo Rodrigues, de 17 anos, morreu soterrado enquanto brincava em um monte de areia, em Cidade Ocidental, no Entorno do Distrito Federal. De acordo com familiares, o adolescente cavava um buraco com um primo de 4 anos, à altura dos joelhos, quando a areia cedeu e encobriu o encobriu. As informações são do G1.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) fui acionado, tentou reanimar o adolescente, mas acabou constatando a morte de Pedro Paulo ainda no local.

“Foi uma coisa inesperada para todo mundo. Uma coisa que a gente fica besta de ver. Uma simples brincadeira acabou em uma fatalidade”, disse o irmão mais velho de Pedro Paulo, Jorge Rodrigues.

O caso ocorreu na tarde de quarta-feira, no quintal da casa de uma prima da vítima, em Cidade Ocidental. Pedro Paulo estava brincando com um primo quando cavou um buraco na terra lateral, que estava molhada, entrou dentro e acabou soterrado.

A criança que estava com ele se assustou, chamou a mãe, que é prima do adolescente, mas quando ela chegou o estudante já estava desacordado. De acordo com os familiares, o menino era órfão e ia ao local com frequência para brincar com o primo mais novo.

O caso é acompanhado pela Polícia Civil da cidade.