Homem de 35 anos que foi preso suspeito de estuprar enteada de 10 anos em Luziânia (Foto: Divulgação/Polícia Civil) Um homem de 35 anos, que não teve a identidade divulgada, foi preso suspeito de abusar sexualmente da enteada de dez anos em Luziânia no Entorno do Distrito Federal. Segundo a Polícia Civil, a vítima afirmou que o padrasto cometia o crime há cerca de três anos. As investigações apontaram que ele já tinha uma condenação pelo mesmo crime em Minas Gerais.

O G1 não conseguiu localizar o advogado do preso para comentar o caso.

O delegado responsável pelo caso, Maurício Passerini, contou que a mãe da vítima tinha um relacionamento com o preso há 14 anos e nunca havia desconfiado. No entanto, em dezembro de 2017, o filho mais novo dela, com 4 anos, relatou algumas atitudes estranhas do homem com a menina.

”Ela contou que o menino fez perguntas que indicavam que o homem teria praticado sexo oral na vítima. Ao perguntar para a filha, a menina chorou muito, mas acabou contando sobre os abusos. A mulher terminou o relacionamento imediatamente e fez a denuncia”, contou o delegado.

Segundo Maurício, na época, foi pedida a prisão temporária do suspeito, mas ele não foi encontrado até esta quarta-feira (18). O delegado acredita que ele tenha fugido e retornou para a cidade recentemente. O investigador informou que vai pedir que a prisão seja convertida em preventiva.

O homem responde pelo crime de estupro de vulnerável e, se for condenado, pode ficar preso por até 15 anos. A condenação que o preso tem pelo crime em Minas Gerais é de dez anos.

Com informações do G1.