Na tarde deste domingo, 07, mais de 200 habitantes de Cidade Ocidental, entorno do Distrito Federal, espancaram um homem pelo suposto envolvimento dele com a morte, a facadas, de Pamela Talia Cardoso, de 20 anos, na quinta-feira, 04, também no município. De acordo com informações da Polícia Militar, a agressão foi iniciada por volta das 15h30 nas ruas do bairro Jardim ABC. As informações são do Mais Goiás.

A confusão ganhou corpo com a chegada da PM que tentou isolar a área para que uma viatura do SAMU fizesse o atendimento ao indivíduo. A população, entretanto, se revoltou com a tentativa de salvamento e apedrejou as viaturas e a ambulância.

De acordo com o sargento Queiroz, que atendeu a ocorrência, na tentativa de salvar o suspeito, policiais solicitaram a presença da ROTAM. Sob ataque de pedras a viatura conseguiu deixar o local para o hospital da cidade.

“A multidão indignou-se ainda mais com a iniciativa da PM e se dirigiu ao posto policial da cidade. O prédio, carros e viaturas foram quebrados pelos populares. Até agora estamos sendo alvo de pedradas. Parece que toda a cidade está aqui”, afirmou por telefone.

Até o momento da saída da viatura, o suspeito estava vivo. A reportagem do Mais Goiás tentou contato no Hospital Municipal de Cidade Ocidental, mas os telefonemas não foram atendidos.